Instituição leva atendimento e orientação sobre saúde masculina para o interior e comunidades de Fortaleza

 Instituição leva atendimento e orientação sobre saúde masculina para o interior e comunidades de Fortaleza

Na tentativa de prevenir, orientar e sensibilizar os homens sobre a importância da prevenção ao câncer da próstata, o Instituto Compartilha – SAMEAC, leva aos municípios com os quais mantém parceria e as comunidades que atende em Fortaleza, uma série de ações da Campanha Novembro Azul, por todo o mês de novembro com o objetivo de incentivar os homens a cuidarem da saúde.

Com a campanha Novembro Azul, o Instituto Compartilha busca a prevenção, conscientização e cuidado para o câncer de próstata, por isso irá desenvolver diversas atividades nos municípios onde atua e nas comunidades que atende em Fortaleza. A ação ocorre nos municípios de São Gonçalo do Amarante, Santa Quitéria, Paracuru, Jijoca de Jericoacoara e em Fortaleza, nas comunidades João XXIII (Pau Pelado) e Barroso. A ideia é orientar, prevenir e fazer atendimento médico primário ao público masculino residente nestes municípios e comunidades, para que estejam atentos aos pequenos sinais e saibam como buscar ajuda médica.

Na programação, atividades de orientação com informativos e mimos, prevenção com palestras educativas, ministradas por profissionais da saúde como enfermeiras e técnicos, e ainda atendimento médico primário de cuidado à saúde do homem. Tudo para fazer com que os homens se sintam acolhidos ao tratar de um tema delicado e, ainda, considerado tabu.

Hoje, a instituição está presente nos municípios de Aratuba, Alcântaras, Senador Pompeu, Ipu, Hidrolândia, Croatá, Jijoca de Jericoacoara, Paracuru, São Gonçalo do Amarante, Santa Quitéria e Meruoca. Em Fortaleza, atua nas comunidades do João XXIII (Pau Pelado) e Barroso, com projetos de saúde e assistência social.

Para Geraldo Gonçalves, Coordenador desta ação no Instituto Compartilha, a ação busca a conscientização dos homens sobre a importância do diagnóstico precoce na cura do câncer de próstata, alertando para que a qualquer suspeita os homens procurem de imediato ajuda médica.

“O Instituto Compartilha vai levar ações de prevenção e orientação para um público que, estaticamente, não busca ajuda médica como é o caso dos homens. Por meio de atividades educativas e atendimento médico primário, vamos assegurar que o público masculino dos municípios com os quais temos parcerias e nas comunidades em que atuamos, possam receber todas as orientações, atendimento e apoio necessário”, ressalta Geraldo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o câncer de próstata é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas.

Postagens relacionadas

Font Resize